A Zero Grau- Feira de Calçados e Acessórios que acontece em Gramado (RS) até quarta-feira (21) tem clima de otimismo.


Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios está com um clima diferente. Os corredores do Serra Park, em Gramado (RS), estão com novo ânimo. Indústrias e lojistas querem materializar suas expectativas de otimismo com relação ao futuro econômico do país e do mercado segmentado. Todos dizem que estão apostando numa janela com mais confiança a fim de reaquecer as relações comerciais que vão desde o fabricante até o consumidor final. “A nossa feira é o primeiro evento desde a mudança política do país e sinto que todos estão querendo apostar num recomeço para 2019”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da Zero Grau, que estende até quarta-feira (21).  

Os movimentados corredores mostram que varejistas de todo o país estão circulando pela feira em busca de novidades e de inovação. “Temos um clima de entusiasmo no ar.  A expectativa é boa, acho que o Brasil vai retomar o mercado de sapatos em 2019, pela mudança política econômica e pela mudança de produto que estamos fazendo”, comenta Orceni Benardi, diretor da Divalesi, fabricante gaúcho de calçados femininos. E o paulista, de Franca, Valter Cintra, produtor de calçados masculinos concorda: “vemos que no primeiro dia de feira já está bem lotada, com um astral diferente e as pessoas buscando pelo novo”, diz o diretor da Rafarillo.

Outros apostam que não é somente o cenário nacional responsável pelas boas vendas, mas sim o desempenho de cada marca. “Com a inovação e novos lançamentos de produtos, a marca tende a prosperar nesse ano de 2019”, ressalta Maribel Silva, diretora comercial e de marketing da Calçados Beira Rio, outra fabricante gaúcha. “Estamos felizes com que a coleção pode entregar. Conseguimos fazer o dever de casa em relação a custos e despesas em 2018, e estamos apostando num ano forte e de crescimento”, afirma Rodrigo Schepf, diretor de vendas da Picadilly.

PAPO LEGAL - O Papo Legal, evento que antecede a feira e fala sobre moda e comportamento, nesse ano trouxe dois renomados jornalistas do mundo fashion, Bruno Astuto e Heloisa Tolipan. Nessa edição, foi  mediado por Heloisa, e teve Bruno Astuto que contou um pouco sobre a história da moda e do calçado, principalmente quando falamos da aristocracia no Brasil, onde ter um sapato era sinônimo de status.

Bruno e Heloisa ainda discutiram sobre as tendências do mundo da moda e trouxeram um resgate histórico sobre os calçados e acessórios, e seus reflexos na sociedade atual. Em sua participação no Papo legal, Astuto conseguiu eco imediato no mundo empresarial calçadista: produtores e lojistas. Ele deu muitas dicas para lojistas chamar o seu consumidor, independe do tamanho da loja ou mesmo a sua localização. Alertou os industriais da necessidade de se criar marcas forte e com conteúdo. “É importante mostrar a trajetória de uma marca. A Comunicação é fundamental para fidelizar clientes”, ressaltou ele.

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO - Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.