Importadores vêm ao sul do país comprar calçados em novembro. Movimentação vai definir pedidos nas fábricas brasileiras

                                                              

Uma feira cada vez mais internacional. Serão muitos os sotaques e línguas ouvidos nos corredores do Serra Park, em Gramado/RS, durante a realização da Zero Grau - Feira de Calçados e Acessórios. A organização do evento, a cargo da Merkator Feiras e Eventos tem trabalhado para ampliar o volume de compradores estrangeiros presentes na feira, que lança a moda outono/inverno 2020. A feira será realizada de 18 a 20 de novembro.

Mercados que tradicionalmente são compradores dos calçados e acessórios brasileiros, como os sul-americanos da Bolívia, da Colômbia, e do Uruguai, as maiores delegações, do Equador, do Paraguai e da Argentina, e do Peru, que tem se destacado nas importações, devem ser maioria entre os estrangeiros presentes. “São mercados que conhecem profundamente as nossas marcas e têm identificação com os nossos produtos. O consumidor desses países já está fidelizado, e esses compradores vêm à feira para renovar os seus estoques”, explica o diretor da Merkator, Frederico Pletsch.

O desembarque internacional do Aeroporto Internacional Salgado Filho receberá também visitantes vindos de países como Arábia Saudita, Oman, Estados Unidos, Israel, Paquistão, África do Sul, Panamá, Rússia, França, Itália, Portugal, Coréia do Sul, Tailândia, Moçambique, Costa Rica e Romênia. “Queremos que a Zero Grau cada vez mais seja uma vitrine do produto brasileiro para mundo, atraindo negócios em diferentes mercados e ampliando o alcance das nossas empresas. O objetivo é ampliar as relações das empresas brasileiras, além de reforçar laços já existentes”, reforça o diretor da Merkator.

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO - A Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.